veja como foi o ciclo de:

Teresina/PI

 09/10/2012

 

  Certificados

Problemas com o Certificado? Fale conosco.
 

Empreendedores do Piauí buscam oportnidades no comércio eletrônico

 fotos

 

O comércio eletrônico é uma porta para os empreendedores do Estado do Piauí ampliarem seus negócios e conquistar novos mercados. O assunto foi tema do seminário do Ciclo MPE.net: a oportunidade para a micro e pequena empresa entrar na economia digital, realizado pela Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico - camara-e.net, no dia 9/10, no auditório do Sebrae-PI, em Teresina.

Cerca de 180 pessoas acompanharam as apresentações sobre os principais temas do e-commerce: plataformas para lojas virtuais, logística, sistemas de pagamento on-line, certificação digital, webmarketing, redes sociais e tendências e inovação na internet. Cases de sucesso do Estado também foram destacados.

Os valores da economia digital no estado têm crescido e a quantidade de operações relacionadas ao comércio eletrônico também aumenta a cada ano. O incremento foi da ordem de R$ 40,23%, se comparados os dados de janeiro e fevereiro de 2012 com os do ano passado. Em 2011, foram realizadas nesses dois primeiro meses 235.782 operações, movimentando R$ 226,4 milhões, enquanto que até fevereiro de 2012 foram feitas 330.635 operações, representando R$ 280 milhões de faturamento.

O Piauí é o segundo Estado com menor conexão com a internet, à frente apenas do Maranhão. Somente 12,87% dos piauienses têm acesso à internet. O Piauí também é o estado brasileiro com maior número de municípios sem internet. São oito: Antônio Almeida, Caxingó, Pavussu, Coronel José Dias, Currais, Paquetá, Aroeiras do Itaim e São Lourenço do Piauí.

Por outro lado, as escolas do estado são as que apresentam maior índice de acesso à internet. Mais de 82% das escolas públicas de Ensino Fundamental possuem laboratório de informática e 96% têm acesso à internet, segundo dados do Sistema de Gestão de Tecnologias do Proinfo. No país, apenas 42,6% das escolas têm acesso à internet e 55,9% delas ainda não possuem laboratório de informática.

Essas características contraditórias do Estado motivaram considerações dos palestrantes do seminário do Ciclo MPE.net. Segundo Anderson Martins, dos Correios, é interessante notar que embora o Piauí ainda tenha um baixo número de e-consumidores, possui, por outro lado, diversas empresas que atuam no comércio eletrônico em escala nacional.

Rodrigo Lima, da W7 Solutions, empresa piauiense que se destaca no segmento, apresentou vários exemplos de empreendimentos locais de sucesso. Diversos sites de comércio eletrônico, start-ups, desenvolvedores de games e de sistemas de pagamento on-line operam no Piauí, com participação tanto no mercado local quanto nacional. Segundo Lima, os piauienses precisam se livrar do complexo de inferioridade, ganhar autoconfiança, utilizar sua criatividade e liberar seu espírito empreendedor.

ver o album
QUANDO FOI:

09/10/2012

ONDE:

Auditório do Sebrae-PI

Parceiros:
Braspag
GS1 Brasil
Loja Integrada
Xtech Commerce
Apoio:
MercadoLivre
Sebrae