Do Ciclo MPE.net

Últimas do Ciclo

08/08/2017

E-commerce exige estrutura desde a venda até a entrega do produto - Clipping PEGN

PEGN acompanhou o caminho do pedido no comércio eletrônico. Setor prevê aumento de 12% no faturamento em relação a 2015.

A Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico (camara-e.net) participou da reportagem produzida pela TV Pequenas Empresas & Grandes Negócios (PEGN) sobre o fluxo de um e-commerce, do momento que ocorre a compra até a entrega do produto ao consumidor.

Na matéria, que foi ao ar no 06/08, o secretário executivo da camara-e.net, Fernando Ricci, falou sobre as vantagens de um negócio online e deu dicas para quem pretende abrir uma loja na internet. Além dele, o diretor comercial do e-commerce Gimba, empresa associada ao Movimento e-MPE da camara-e.net, também deu entrevista por indicação da própria camara-e.net.

Clique no link para assistir à reportagem completa.

http://g1.globo.com/economia/pme/pequenas-empresas-grandes-negocios/noticia/2017/08/e-commerce-exige-estrutura-desde-venda-ate-entrega-do-produto.html

 

A internet oferece praticidade e facilidade para o consumidor. Mas, há uma grande estrutura por traz desse tipo de empreendimento. O PEGN acompanhou o caminho percorrido pelo pedido desde a compra até a entrega.

É possível comprar de tudo pela internet: roupa, sapato, livro, comida. E cada vez mais as pessoas estão se acostumando a fazer esse tipo de compra. Este ano, o setor prevê um aumento de 12% no faturamento em relação a 2015.

Até empresas resolveram optar por esse tipo de compra. O estoquista Paulo Henrique Pontes trabalha em uma fábrica de pães em São Paulo. O material de escritório é comprado on-line. “É um site confiável e rápido e eficaz. A gente consegue acompanhar o andamento da entrega e finalizar os pedidos. É mais prático”, diz.

O PEGN foi conhecer uma loja virtual que vende material de escritório, produtos de limpeza e para a cozinha, como café e copinhos de plástico. “A cada clique é acionada toda uma estrutura como em qualquer empresa do mundo físico, como departamento financeiro, RH, atendimento ao cliente. Tudo tem departamentos específicos pro e-commerce”, explica.

Tem a equipe que trabalha antes do consumidor entrar no site e que é acionado assim que a compra é finalizada. “Você tem que começar com perfeita definição do mix de produtos da sua loja. O produto tem que estar na prateleira, tem que ter preços competitivos no mercado, tem que ter departamento que cuide bem do conteúdo, descrição, imagens”, esclarece Amauri Genari, diretor comercial do e-commerce.

O primeiro passo da equipe antes da compra é fazer pesquisa de produtos e negociar com fornecedores.

“Para a operação do e-commerce nós temos uma equipe enxuta, com cerca de sete pessoas, e cada um tem sua função. Temos dois web designes, responsáveis por fazer todos desenhos produções das peças para publicação e banners. A gente decide os produtos promocionais que vamos publicar na vitrine”, diz Luiza Severo, gerente de marketing.

“Na internet sempre fica dúvida sobre o que será que estou comprando. Tem que ter explicação muito bem detalhada para o consumidor ter tranquilidade em comprar e receber o que está sonhando em comprar”, diz Amauri Genari, diretor comercial do e-commerce.

Se o consumidor tem dúvida, o atendimento ao cliente ajuda. A equipe entra em ação assim que o consumidor finaliza o pedido. O pedido é encaminhado ao departamento financeiro. Se aprovado, começa a maratona da logística para entregar o produto.

“Aqui é uma área de separação de pedidos que a gente chama de pickling, de produtos fracionados. Tem 18 mil itens e esses itens são colocados dentro de cada posto de separação de uma maneira balanceada”, detalha Vagner Senhorini, diretor de logística.

O pedido é rastreado desde que a compra é feita lá no site. No centro de distribuição a caixa recebe uma etiqueta com código de barras que indica quais produtos devem ser colocados aqui até o endereço de entrega. Pedido fechado, agora é lacrar a caixa e encaminhar a compra para o cliente.

“Depois do clique você pode ter um site muito bonito e com conteúdo bacana, mas tem muita coisa depois desse clique e antes dele também. Se ele clicou e comprou, temos que ter excelência para que ele volte”, conclui Genari.

Para o consumidor é só clicar, mas o empreendedor que pretende montar um e-commerce tem que saber: que dá trabalho tanto quanto uma loja física. A loja é virtual, mas as responsabilidades são bem reais.

“A loja virtual você administra da sua casa. Mas tem os mesmos problemas: tem que cuidar do estoque, planejar”, lembra Fernando Ricci, consultor da Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico.

A Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico dá algumas dicas:  procure um nicho de mercado, um setor que você goste e que domine o assunto; registre logo o domínio de sua marca; faça estoque integrado com meios de pagamento como boleto, cartão de débito e crédito.

“E você tem que brigar por centavos. Não é fácil. É dedicação, mas você está 24 horas no ar, 7 dias por semana. As vendas acontecem 7 da manhã de sábado. Tem que estar pronto a esse atendimento o pós-venda é importante ligar, ver se pessoa já recebeu produto”, completa Ricci.

O e-commerce tem que estar disponível em todas as plataformas: computador, smarthfone e tablets. O marketing é importante. No início, use redes sociais e e-mail marketing. Para entregar, use os Correios. Hoje, esse é o maior operador de logística para micro e pequenas empresas.

O empreendedor pode tocar um e-commerce em casa, sozinho. Mas quando chegar a 30 pedidos por dia é hora de aumentar o estoque e contratar dois funcionários. Se não der, há sempre uma solução caseira. “Bota filho pra trabalhar, a mulher e é gratificante. Está aumentando sua equipe com as próprias rédeas”, conclui Ricci.

GIMBA
Site: www.gimba.com.br
Telefone: (11) 27635010

CÂMARA BRASILEIRA DE COMÉRCIO ELETRÔNICO
Av. Angélica,  2503, 5º andar, sala 56 – Higienópolis
São Paulo/SP – CEP: 01227-200
Telefone: (11) 3237-1102
Site: www.camara-e.net
Email: info@camara-e.net

Fonte: assessoria de comunicação da camara-e.net (comunicacao@camara-e.net)

Parceiros:
Braspag
GS1 Brasil
Loja Integrada
Xtech Commerce
Apoio:
MercadoLivre
Sebrae